Casaco/Colete Super Fácil retangular

Olá, pessoas queridas,

Tudo bem com vocês? Demorei um pouco pra fazer o post, mas a receita com o passo a passo já está lá no  Youtube  no canal Adorável Rotina

A proposta deste post é mostrar como usar a técnica e, a partir daqui, você usa a criatividade para criar suas próprias peças! Essa técnica é super versatil…dá pra fazer casaquinhos, coletes e ousar nas misturas das cores…

Esse modelo foi inspirado em 2 peças que circulam pela internet!

zhenskij-zhaket-krjuchkom

 

Para esse modelo, vamos precisar de :

  • 3 novelos da linha Charme da Círculo Produtos
  • Agulha para corchê 2,00mm
  • Fita métrica, tesoura e uma peça para usar como referência

 

Modelo Base:

3e188e53a479d3127e85ea58e7d7994b3e188e53a479d3127e85ea58e7d7994b

Gráfico do Ponto Casaqueto:

ptofan

Assista o passo a passo completo no canal :

Parte 2<

Espero que tenham gostado da sugestão, não esqueçam de se inscrever no canal!

 

Beijos e até o nosso próximo encontro!

Leva um casaquinho que vai esfriar!

Outono batendo na porta , aponta que  dias mais fresquinhos virão.

E quem nunca ouviu aquela frase: “Leva um casaquinho que vai esfriar!”

Vamos levar um casaquinho sim, mas não vai ser qualquer casaquinho…Vai ser um lindo e feito por nós, que tal?

Achei algumas sugestões e vou compartilhar com vocês.

Em breve, vamos fazer lá no canal Canal Adorável Rotina, no Youtube

d0156c3d88cc12701ce56ce1fc68714b

 

0a7175021446e419b72d9f74f02c8cae5a9fe81dda3df78a36d52c5e611e383984efb0545b8ac4c277530ca74b63f65b504050ceb4547dcbb8425edc4da4121dc1b5fe9cf34420605788322831f5953a

 

Um pouco de azul…

Olá, pessoas queridas!

Essa semana estou trazendo um modelo da Revista Sandra, que pretendo me inspirar para confeccionar uma pra mim!

A revista Sandra é uma das minhas publicações favoritas, ela é produzida na Europa, mas tem distribuição no Brasil. As edições atualizadas custam em torno de €3,95, mas compro edições anteriores, que ficam em torno de R$3,00, de “barbadinha”, porque, vamos combinar,  elas são tão lindas que parecem que não saem de moda, então,  vale muito a pena colecionar!

WP_20150901_008

A foto não ficou lá essas coisas, mas dá pra ter uma boa ideia.

WP_20150901_002

O modelo mais de perto

WP_20150901_003

Segue o passo a passo:

WP_20150901_004WP_20150901_005WP_20150901_006WP_20150901_007

Então, bom trabalho crocheteiras!

Decoração com cara de”casa da vó”

Olá, pessoas queridas…Saudade de vocês!

E por falar em saudade…

Quando era criança, lembro que nada era jogado fora…Nada, mesmo!

Tava aqui lembrandof62ed5a5-3cd5-4535-b02a-bc4c5f8f7402_51de32bc-148b-4d3c-8b6d-352b9283361b_20130916021841_mae_anos50 e…acho que nem passava caminhão do lixo na cidade onde morava? Não morava no mato e nem sou tão velha assim.. Nasci em 1971, no interior do Rio Grande do Sul, em  Butiá,mais precisamente

Tudo tinha uma reutilização, tudo era aproveitado e reaproveitado, de alguma forma, nem restos de comida se jogava fora, ia para as galinhas, porcos, cabritas, etc….

Se contar pra vocês que nunca compramos frutas no mercado vocês acreditariam? Tinha tudo no quintal de casa!

Lembranças de infância…

Lembro de tapetes espalhados pela casa feitos com saquinhos plástico de leite (naquela época acho que nem havia o “tetrapack – não que eu lembre,  ou tenha usado!) .

As latinhas e os potinhos  ganhavam tampas decoradas em crochê ou tecido, garrafas viravam vasos, sacas de farinha, depois de alvejadas, viravam toalhas de mesa,retalhos viravam colchas e tudo tinha um colorido muito especial.

fonte: http://vaiqueficalegal.com.br/tag/casa-de-vo/

Hoje em dia, chamamos isso de “Movimento Slow”  ou  consumo lento, naqueles tempos, era por necessidade, mesmo, acho que ninguém tinha muita consciência ecológica, aposto que nossos avós e bisavós nem imaginavam  que as coisas poderiam ficar desse jeito:efeito estufa, el niño…Minha avó até alertava: “Olha, do jeito que o homem tá inventando coisa, o inverno vai virar verão e o verão vai virar inverno!” – Isso ela bem que acertou!

Continuar lendo

Nosso blog agora é prateado!

Quero compartilhar com vocês uma coisa muito bacana que aconteceu comigo, hoje, e que me deixou muito, mas muito feliz!

Foi o tempo em que crochê era só coisa de vó, né?

Hoje em dia, – e graças a Deus! – a indústria da moda descobriu o que nossas avós já sabiam faz tempo: “O handmade é vida, é glamour, é carinho feito a mão!”

Na onda dos “slows” – onde tudo deve ser consumido lentamente e de forma consciênte – os produtos confeccionados a mão, artesanalmente, passaram a ter status de grife, deixando de ser uma opção e passando a ser uma “necessidade” de mercado, porque cada vez mais as pessoas querem consumir produtos artesanais, elas estão ávidas por tudo que é sustentável, por tudo que tem um história pra contar. O “usar e jogar fora” perdeu um pouco a graça!

O artesanato deixou de ser um simples hobbie, para mocinhas entediadas, e passou a ser uma fonte de renda para muitas famílias, que tiram dele o seu sustento.  Todo trabalho manual é exclusivo, cada artesã tem a sua assinatura impressa. Quem não quer ter uma peça exclusiva em seu closet?

Por isso esse universo do “handmade” é tão rico, é tão maravilhoso, que se pudesse ficaria horas intermináveis produzindo de tanto que amo!

Mas enfim, por que eu tô falando isso tudo?

Explico: Um dia, vendo os arquivos da minha avó com as amostrinhas de crochê… e pensando em tudo isso, e dessa nova relação da moda com o hamdmade, achei que também precisava “guardar” para as gerações futuras, pois assim manteremos a nossa história.

Queria que, um dia, a minha filha pudesse ver e se relacionar com os meus trabalhos, assim comofoi com a minha avó e é com a minha mãe.

Daí, surgiu a ideia de criar um blog, onde pudesse armazenar meus trabalhos de forma on line , trocar ideias, conhecer pessoas e, também contar um pouco da minha história com as agulhas e linhas.

O blog ainda é novinho mas tem um tanto tão grande de amor aqui dentro, que vocês não fazem ideia…

Ainda não expliquei? Entaõ, vamos lá…

Tudo isso é por que quero contar pra vocês que, a partir de hoje, o nosso blog passa a ser parceiro da Círculo, no projeto “Novelo da Amizade”

O selo prata é o início dessa parceria que espero que seja muito produtiva e duradoura!

Selo_prata

Ah! Quero agradecer a minha filhota, Eduarda que foi a primeira pessoa a me incentivar nesse projeto: “Obrigada, filha, te amo!”

Obrigada a todas vocês que nos visitam, que curtem nossa página, que compartilham e que mandam dicas e sugestões., Obrigada pelo carinho!